Rio de Janeiro tem maior queda de preço de imóveis no 2º tri

Rio de Janeiro - Os preços dos imóveis no Rio de Janeiro tiveram a maior queda nos preços de venda no segundo trimestre, segundo dados do portal imobiliário VivaReal divulgados nesta quarta-feira, contemplando 30 cidades do país.

As maiores quedas foram sentidas no Rio de Janeiro, com recuo de 3,64 por cento e Brasília, de 1,5 por cento, na comparação com os primeiros três meses do ano.

Além do aumento dos juros pelos bancos, no fim de abril a Caixa Econômica Federal reduziu a cota de financiamento de imóveis usados.

ADVERTISEMENT


A pesquisa concluiu que a demanda tem se concentrado em imóveis mais baratos. Além disso, apenas seis das 30 cidades pesquisadas tiveram aumento de preços, incluindo Natal (+4,59 por cento), Fortaleza (+3,24 por cento), Joinvile (+2,17 por cento), Goiânia (+2,12 por cento) e Niterói (+2,08 por cento).

Com a queda nas vendas, cidades como São Paulo registraram maior nível de estoques no ano passado, levando construtoras e incorporadoras a frear lançamentos e oferecer descontos.

Agora, elas vêm buscando uma nova forma de lidar com uma comercialização mais lenta, disse o vice-presidente-executivo do portal, Lucas Vargas. \"As vendas que sempre pareceram algo fácil, agora parecem mais importantes\", disse.

Segundo ele, os preços de imóveis devem seguir em queda até o fim do ano, com possível recuperação a partir de 2016.

Até lá, as construtoras e incorporadoras estão se adaptando a uma nova forma de vender seus lançamentos, que num passado recente eram até 70 por cento vendidos antes da construção, disse Vargas.

Aluguel


Assim como nas vendas, a locação teve queda na maior parte dos casos, com destaque para João Pessoa (-6,1 por cento), Londrina (-3,9 por cento), Rio de Janeiro (-3,63 por cento) e Vila Velha (-2,84 por cento).

Apenas cinco cidades tiveram alta real do preço por metro quadrado. A maior foi em Fortaleza (+3,7 por cento), seguida por Brasília (+3,66 por cento), Natal (+2,56 por cento), Curitiba (+2,14 por cento) e Goiânia (+2,03 por cento).
aplicativo de gerenciar para apartamentos aplicativo controlar imobiliárias programa para locação condomínios programa de controlar de salas sistema para gerir de condomínios app de gestão administradoras de imóveis programa de gerência para administradoras programa prédios software de gerir aplicativo para gerir para imóveis programa para gestão de casas software para gestão para apartamentos sistema administrar prédios programa para administrar de condomínios software para controle apartamentos app de gerenciar de apartamentos sistema de aluguel sistema de gerir imóveis sistema de controle imóveis software para aluguel para imobiliárias aplicativo de gestão salas aplicativo para administração de imóveis sistema gerir de terrenos sistema administração condomínios software de aluguel de condomínios aplicativo gestão de imobiliárias app para gerenciar de lojas sistema para administrar de terrenos programa para controle de terrenos programa de gerenciamento para imóveis sistema para controle de administradoras software de gerenciamento de lojas programa para locação prédios app aluguel apartamentos aplicativo para administrar prédios programa locação software administrar para salas aplicativo para controlar de administradoras de imóveis aplicativo para gestão para lojas sistema de controlar de imóveis software de aluguel de terrenos programa de gerenciamento de apartamentos programa de gerenciar de apartamentos sistema para gerir apartamentos aplicativo aluguel para apartamentos app de gerência de salas aplicativo de administração de administradoras de condomínios programa de controlar de salas sistema gerência para lojas programa para gestão para apartamentos